InícioProdutosBlogDepoimentosContatoSobreSeja um DistribuidorEscritório Virtual

Água alcalina: conheça 6 benefícios para o corpo humano.

Um homem adulto, com cerca de 70 kg, armazena cerca de 45 litros de água, o equivalente a 65% de seu corpo. Um recém-nascido chega a ter 80% dessa substância no organismo. Diante disso, é indiscutível a importância dela para grande parte das espécies. É ela que garante a hidratação e o bom funcionamento do corpo.

Mas, você já ouviu falar em água alcalina? Nesse artigo vamos apresentar o conceito dela e sua importância para o organismo. Além disso, mostramos 6 benefícios da água alcalina para nosso corpo e para a saúde em geral.

O que é água alcalina?

De maneira simples, podemos dizer que uma substância alcalina é aquela que é o oposto de uma substância ácida. Mas, o que é água alcalina? Em geral, todas as águas possuem minerais. A exceção é a água usada em laboratórios, nos processos químicos. A água dos rios, lagos, das lagoas, da torneira e as engarrafadas possuem cloreto, sódio, fluoreto, silício, zinco e várias outras substâncias.

A água alcalina, no entanto, difere das demais por ser composta de minerais básicos, entre eles ferro, cálcio e magnésio. Por isso, enquanto a água comum possui pH neutro, a alcalina tem pH maior (acima de 7) e é menos ácida. Mas, o que é pH?

Conceito de pH

A sigla é usada para representar os níveis de acidez e de alcalinidade de uma mistura ou de uma solução. O pH - e também o pOH - é medido em escala, de acordo com o teor de íons H+ e OH- livres por unidade de volume da solução. A quantidade do íon H+ pode variar entre 1 e 14. Assim, o pH de uma mistura pode ser ácido, básico ou neutro.

Substância ácida: pH baixo

Representado na escala em um intervalo de 1 a 6, resulta em uma substância ácida.

Substância neutra: pH neutro

Quando o índice indica pH 7.

Substância básica: pH alto

O pH básico (também chamado alcalino) varia entre 8 e 14. Representa a condição ideal, principalmente para a água.

Responsive image

Por que o corpo humano produz ácidos?

Diariamente, os processos metabólicos geram energia de forma contínua, fazendo com que nossas células produzam ácidos. E como isso acontece? A explicação é simples. Moléculas grandes, com longas sequências de carbono, se quebram em moléculas menores, com apenas um carbono: CO₂. Quando se dissolvem na água contida no organismo, elas acabam formando moléculas de ácido carbônico (H₂CO₃).

Esse processo químico é natural, saudável e acontece o tempo todo no corpo humano. Para ter uma ideia, ao metabolizar a alimentação diária, uma pessoa adulta produz, em média, 900 gramas de CO₂. Essa quantidade é bem significativa! Assim, para que o organismo neutralize o CO₂ produzido em um dia, deveríamos ingerir 205 mil litros de água com pH10.

Isso é humanamente impossível! Mas, o corpo humano é uma máquina perfeita e consegue neutralizar os ácidos produzidos e também aqueles encontrados nos alimentos.

Exemplos de alimentos ácidos

Por aumentarem o nível de acidez no sangue, os alimentos ácidos fazem com que o organismo trabalhe mais para manter o pH sanguíneo em taxas normais. Como consequência, nosso sistema imunológico fica debilitado, aumentando o risco de doenças.

Entre os alimentos considerados ácidos estão:

A lista é grande, não é mesmo? Porém, com uma dieta equilibrada que considere 20 a 40% de alimentos ácidos e 20 a 80% de alimentos alcalinos, é possível levar uma vida saudável.

Como o corpo se mantém saudável com tanto ácido?

O corpo humano é uma máquina perfeita. Tanto que, embora produza grande quantidade de ácidos diariamente, o organismo tem mecanismos próprios para regular o que está em falta ou em excesso.

Os pulmões, por exemplo, são capazes de eliminar o gás carbônico e o ácido carbônico que circulam na corrente sanguínea. Cerca de 450 litros de CO₂ são dispensados por meio da respiração. Os rins também contribuem para estabilizar o pH, pois eliminam ácidos e bases que estão em excesso, de acordo com a necessidade do corpo.

Além do trabalho realizado pelos órgãos, a ingestão diária de água alcalina é outro fator que contribui para mantermos nosso corpo saudável e equilibrado.

Quando tomar água alcalina

A substância melhora a performance durante as atividades físicas. Beba água alcalina durante os treinos para manter a hidratação e combater os efeitos do ácido lático no organismo. O ideal é consumi-la ao longo do dia para manter um intervalo de pH básico no corpo.

Dessa maneira, o organismo vai demorar mais para ficar ácido, fazendo com que os músculos funcionem melhor por mais tempo, reduzindo o risco de lesões e a fadiga pós treino. Mas, atenção: o excesso de alcalinidade no corpo humano pode interferir nos processos do organismo e afetar o sistema digestivo, causando sintomas desagradáveis como tremores das mãos, confusão mental, vômitos, náusea e alterações musculares. Portanto, é fundamental ingerir água com pH igual ou superior a 7. A seguir, vamos conhecer alguns benefícios da água alcalina.

Benefícios da água alcalina

Nos treinos de alta intensidade, esse tipo de água vem sendo utilizada em substituição às bebidas energéticas. Porém, não só atletas ou esportistas podem usufruir dos benefícios da água alcalina*. Confira 6 vantagens do consumo conforme alguns estudos:

1. Desintoxicação do organismo

O corpo humano trabalha para eliminar os ácidos acumulados pelas reações do metabolismo. Beber água alcalina diariamente ajuda o organismo a neutralizar a acidez. Portanto, ela faz uma espécie de “limpeza” nas células e nos tecidos.

2. Fortalece a estrutura óssea

Quando o pH do corpo está equilibrado, há uma significativa inibição da destruição óssea, fazendo com o que o magnésio sirva para fortalecer o tecido. Portanto, a água mineral alcalina reduz a reabsorção óssea, mesmo na suficiência de cálcio.

3. Previne o envelhecimento

A água alcalina atua como antioxidante, o que significa ser capaz de reduzir os efeitos causados pela oxidação dos radicais livres. Além de hidratar 6 vezes mais as células, graças ao alto índice de minerais em sua composição.

4. Garante a manutenção da massa magra

O magnésio presente na composição química da água alcalina ajuda a preservar a massa óssea, estimulando a perda de gordura e conservando a massa magra.

5. Aumenta o desempenho muscular

O ácido lático produzido e acumulado durante as atividades físicas é eliminado com a ingestão de água alcalina. Assim, o surgimento de cãibras e lesões musculares. Uma pesquisa obteve resultados que comprovam os efeitos benéficos da água alcalina na redução da concentração do ácido lático, acelerando o processo de recuperação da fadiga muscular.

6. Possível prevenção de doenças malignas agressivas

Conforme um estudo publicado na revista científica Plos One, quando utilizada em protocolos de prevenção, a água alcalina poderia ajudar a proteger indivíduos em risco de desenvolver doenças malignas agressivas.